15 de set de 2011

ETHEL GRANGER

A mulher com a menor cintura do mundo tornou-se um ícone da moda e de fetiche sexual. Ethel Granger, tight-lacing ao extremo, inglesa de Peterbough, reduziu durante 54 anos a circunferência de sua cintura, chegando a atingir 33 cm. Influenciada por seu marido, Will Granger, começou a usar espartilhos em 1928 e desde então se tornou referência para os adeptos do estilo.

Will Granger escreveu uma biografia sobre a vida e privacidade de Ethel e em uma passagem faz uma pertinente colocação: “As tendências da moda mudam e nós também”. Will relata que convenceu Ethel a usar espartilhos apenas durante o dia no início e posteriormente, estendeu para as noites. Se Ethel conseguiu superar as demais mulheres de alguma forma, essa é uma vitória que valeu qualquer sofrimento”, descreve Will na biografia.

O casal permaneceu unido até 1974, quando Will faleceu. Etheu continuou a praticar tight-lacing e entrou para o Guinness Book com a menor cintura do mundo. Morreu em 1982, tendo se apertado até o fim.

Mesmo com as potenciais lesões custadas à saúde, a prática de tight-lacing possui muitos adeptos, maiormente interessados em corsets, sadismo e fetichistas.

Ethel Granger






Como tributo a Ethel Granger e sua contribuição e influência na moda, a Vogue Itália de setembro, juntamente com o fotógrafo Steven Meisel e a modelo Stella Tennant, apresentou um editorial impressionante e atraente: “The Disciplin Of Fashion”.

Impossível não se impressionar com a esta fusão entre belo e estranho. Mostra conceitual e contemporânea da influência vanguardista de Ethel Granger no mundo da moda.

The Disciplin Of Fashion






Um comentário:

  1. Olá,

    Sou jornalista de uma produtora de moda em Juiz de Fora/MG e gostaria de ter um email de contato para solicitar uma informação sobre o blog.

    Att,

    Hellen Katherine
    comunicacao@duettoprodutora.com.br

    ResponderExcluir