26 de jun de 2012

ALÔ TENDÊNCIAS

A moda está em constante mudança (desde sempre). Isso, porque é reflexo dos comportamentos de uma sociedade inquieta e revolucionária; influenciada por uma cadeia de acontecimentos que são naturalmente mutáveis: arte, música, cinema, economia, ...

Nos anos 1990; e em algumas décadas anteriores, foi visível a imposição de ”tendências”: além de temáticas que vigoravam durante determinado ciclo, os materiais, cores e formas, pareciam ser pré-determinados. Com esta imposição, a moda era unificada e os estilos minimizados.

Com a globalização evidente no século XXI, nasceu uma nova cultura social (que já ensaiava pra emplacar desde os anos 1990), onde a identidade, individualidade e opinião foram avigoradas. As tribos foram praticamente extintas e ofereceram espaço para grupos sociais, sem estereótipos, sem rótulos e consequentemente sem medo de expressar seus estilos mais peculiares e trocistas.

Diante de tal fato, os criadores de moda, nunca estiveram tão preocupados com o público alvo. O consumidor perante a este episódio passa a ser a principal tendência a ser pesquisada. Os anseios atrelados ao estilo de vida de cada grupo, são objetos supremos na análise e efetivação de produtos que almejam sucesso e potencial mercadológico.

Esta democracia na moda  beneficia o consumidor e abre caminhos sociais onde a expressão singular ganha cada vez mais espaço. Todos nós podemos expressar sem medo, nossos desejos, opiniões e conceitos através do que trajamos. Com a acessibilidade e democratização da moda podemos afirmar que cada indivíduo é sem dúvidas a grande tendência da atualidade. O produto se direciona conforme a pretensão do grupo consumidor.

As possibilidades de moda diante desta ocorrência são infinitas e cabe a cada um escolher o que mais combina com seu perfil, estilo e autenticidade, pois a TENDÊNCIA da temporada; somos nós.

ALÔ TENDÊNCIAS!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário