21 de mar de 2011

CAMP STYLE

 Tudo ao mesmo tempo e agora”. Será que pega?
 .
Teatral, conceitual, cômico, escultural, extravagante, frívolo. Estes são alguns definidores do CAMP STYLE. A principal característica é a alta dose de humor e pitadas de ironia atrelada aos looks. 
.
A publicação do estilo no mundo fashion ficou por conta das marcas Miu Miu, Prada e Marc Jacobs nas coleções de verão 2011/2012, Neon e André Lima em suas coleções de inverno 2011.

Prada Spring Summer 2011/2012

Marc Jacobs Spring Summer 2011/2012

Totalmente contrária a moda minimalista, o CAMP STYLE chega com gás total para trazer humor aos dias clássicos, rotineiros e cheios de tons pastel, off-white e P&B.
Segundo pesquisadores de tendências de consumo e comportamento, a busca pelo hilário nestes dias de profusão de informação em velocidade da luz é o causador deste movo estilo.
 .
O termo CAMP deriva-se da língua francesa: “si campista” e significa “colocar em forma exagerada”. No primeiro registro do termo, em 1909 no dicionário inglês Oxford, a definição se resume a “ostentação exagerada, algo afetado, teatral, efeminado ou homossexual”.
 .
Com o descerramento do estilo nas passarelas, é fato que a qualquer momento vai acabar chegando às ruas. Preparem as perucas "over color", pois já podemos conferir várias personalidades do mundo fashion com itens do CAMP STYLE, portanto, é bom ir se acostumando com as altíssimas doses de humor e exagero.


Daphne Guinness - Personalidade do mundo fashion e colecionadora de Alta Costura




Anna Dello Russo - Editora da Vogue Japão

Anna Piaggi - Ícone de estilo e escritora de moda italiana

Tavi - Blogueira e fashionista

"Palma, palma, não criemos cânico": A moda CAMP requer cuidado dobrado, pois o espaço entre este estilo e transforma-se em uma alegoria carnavalesca não é um passo muito grande. Autenticidade e auto confiança são itens totalmente indispensáveis no uso deste novo estilo.
 .
Susan Sontag, pensadora e crítica de arte norte-americana, foi quem consolidou o estilo em 1964 no texto “Notes on ‘Camp’”. No mesmo texto monetizou a iconográfica frase que sintetiza este gosto ao extrapolo:
 .
É bom porque é horrível: o statement definitivo do Camp”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário